quinta-feira, 18 de março de 2010

Salto em distância

Clique para ampliar

O Salto em Distância há muito tempo faz parte das competições esportivas. Figurou nos Jogos de 708 AC como parte do Pentatlo: o saltador pegava na sua decolagem um pequeno lastro em casa passagem, no qual mostrava grande impulso.

O evento moderno foi regularizado na Inglaterra e nos Estados Unidos em 1860: o levantar-vôo tinha que ser feito 20cm afastado da tábua dentro da marca de saibro.
Até a década de 1920, a técnica foi considerada rudimentária, com as pernas dobradas embaixo do corpo imediatamente após o levantar-vôo, então estende-se e subseqüentemente põe as pernas abaixo do corpo novamente para a aterrissagem. Entre 1922 e 1927, William De Hart Hubbard (EUA), o primeiro campeão Olímpico negro e retentor do recorde mundial, introduziu adiante, com Robert Legendre (EUA), um movimento das pernas no ar.
Variações disso e a mais simples técnica de “flutuar” são usadas até hoje. A primeira competição de salto em distância feminina aconteceu nos Estados Unidos em 1895.
O primeiro recorde mundial feminino foi homologado pela Federação Internacional de Atletismo (IAAF) em 1928, enquanto o evento estreou nos Jogos Olímpicos somente em 1948, na Inglaterra.

http://www.tvbras.com/videos/2008/pequim/SALTO%20EM%20DISTANCIA-WEB.jpg
Regra:
A prova tem uma forma de disputa muito simples.
Cada atleta tem direito a seis tentativas para atingir sua melhor marca.
Uma tentativa é considerada válida quando o competidor inicia o movimento do salto dando o último passo antes da linha que limita a área de corrida.
Caso o atleta dê seu último toque no solo antes do salto após a linha-limite, esse salto será invalidado.
Outras causas de invalidação de um salto: caso o atleta toque, com qualquer parte do corpo, a área posterior à linha de medição localizada na barra de impulsão; toque o lado da tábua de impulsão; toque o solo fora da caixa de areia no momento em que cair; caminhe pela caixa de areia após o salto; dê um salto mortal.
TÉCNICA
Corrida
A atleta acelera
pela pista, alcançando a máxima velocidade antes da região de salto.
Salto
A atleta se impulsiona com um pé, com os braços para cima para alcançar altura.
Vôo
Corpo estendido
para manter equilíbrio e
preparar
a aterrissagem.
Aterrissagem
Pernas e braços
à frente para
alcançar a máxima distância possível.
Salto inválido. Quando o pé deixa uma marca na região à frente da permitida na pista de salto.
Medição da parte frontal da pista até o final, na areia.
Pista 40m 1m 9m mínimo

8 comentários:

alex disse...

Gostaria como é feita a mediçaõ, se é no ponto do calcanhar, na ponta dos pés ou em outro ponto?? agradeço.

vanessa silva disse...

mto bom! Vai me ajudar no meu trabalho de EDUCAÇÃO FÍSICA! Bom site . Obrigada.

Marcio Prudencio disse...

Se a prova contar com mais de 8 atletas, todos terão 3 tentativas e apenas os 8 melhores terão direito a mais três.

Alex, a medição é feita a partir da junção entre a tábua de salto e a plasticina (massa que quando marcada invalida o salto).
Sendo assim se o atleta salta antes da tábua ele "perde" na distância final e se pisa na plasticina é caracterizado como "queima"...
Abraço

desinho machado disse...

Adorei esse site, é muito manero

roberta messy disse...

me ajudou muito na escola

Assuntos do Dia-Dia disse...

só procuro também pelos estilos dos saltos em distância! por favor! muito obrigada esse site é muito bom! ;)

fabio tomasi nicoski disse...

só tem um problema algumas palavras acho que estão erradas tipo:
Pentatlo
levantar-vôo
se estão corretas por favor me respondam no meu facebook preciso dessa resposta até amanhã
link do face:http://www.facebook.com/Fabionicoski

Omar disse...

esse site ta me ajudando bastante